16/03/2014

Marina - Carlos Ruiz Zafón

"-Ninguém entende nada da vida enquanto não entender a morte." - Marina, página 25.
E aqui está o meu livro favorito deste ano até agora. Amei ler Marina do começo ao fim. Foi uma aventura tão gostosa de embarcar, tão cheia de emoções, que eu até fiquei com dó de terminá-lo!
Não sei se vocês se recordam, mas ganhei o livro de amigo secreto da Ju Lima do Nuvem Literária!

Li Marina em menos de uma semana, o que é um recorde para mim pelo fato de ter os outros textos da faculdade para ler. 
O livro é narrado pela perspectiva de Óscar, e conta-nos sobre sua amizade com Marina, e sobre as aventuras que eles passaram juntos. Óscar é um menino inteligente e curioso que mora e estuda em um colégio interno para meninos em Barcelona. O garoto tem como costume fugir da escola no período livre para passear pela cidade, e em um dessas escapadas ele encontra uma mansão enorme, que é protegida por um gato sinistro.
Intrigado o suficiente para visitar essa mansão outra vez, Óscar conhece Marina e seu pai Germán, moradores da mansão (quase) abandonada.
Marina é um pouco mais alta do que Óscar, e esta de cara encanta o rapazinho com seu jeito destemido de ser. Em um belo dia Marina leva Óscar até um cemitério e ambos, presenciam uma mulher misteriosa, vestida de preto, na sua visita mensal à um tumulo que de informação só contem a gravura de uma borboleta negra. As crianças então decidem seguir a mulher, e sem querer eles se envolvem numa investigação misteriosamente macabra, e esses dois farão de tudo para descobrir a verdade.

Marina é um livro fino, portanto a leitura deste não é cansativa e a forma em que o autor escreve ajuda a fluir a leitura. Esse é o primeiro livro do Zafón que leio e ele já se tornou um dos meus autores favoritos, ele consegue prender a sua atenção com tamanha facilidade, que a sua única opção é terminar logo a leitura.
Foi impossível não encher este livro de marcações, porque a cada página você encontra uma citação impactante. Então resolvi separar algumas delas para vocês.
"-Deve ter percebido que não temos eletricidade, Óscar. Na verdade, nós não damos muito créditos aos avanços da ciência moderna. Afinal de contas, que tipo de ciência é essa , capaz de colocar um homem na lua , mas incapaz de colocar um pedaço de pão na mesa de cada ser humano?" - Gérman, página 34.
"-De nada adianta toda a geografia, trigonometria e aritmética do mundo se você não souber pensar por si mesmo - argumentava Marina - E nenhum colégio ensina isso. Não está no programa." - Marina, página 49.
"-Só as pessoas que tem algum lugar para ir podem desaparecer!" - página 7
Nota: 5/5
Páginas: 189
Editora: Suma das Letras
ISBN: 978.85.8105.016-4

P.S.: Galera, essa é um resenha pessoal, feita através do meu ponto de vista referente ao livro. Isso não significa que você terá a mesma opinião que a minha após ler este livro!! Obrigada (:

Até a próxima pessoal! ♥

Comente com o Facebook:

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite